Viola Beiroa

Viola Beiroa

A viola beiroa, também designada de viola de Castelo Branco, bandurra ou simplesmente viola é típica da região da Beira Baixa. Algumas fontes também referem a viola beiroa requinta que, pelo nome, deve se tratar de um tamanho menor afinado uma quinta acima.

Descrição
O seu comprimento é de cerca de 80 cm, tem uma caixa com um enfranque muito apertado, e uma boca de abertura circular. A cabeça é plana, ligeiramente inclinada em relação ao braço, e com uma forma retangular, com cravelhas. Excepcionalmente pode ter a forma de leque como na guitarra portuguesa.
Geralmente, as ilhargas são feitas em cerejeira ou madeira de Austrália, o tampo em pinho de Flandres, o braço em mogno, os interiores em casquinha ou choupo e a escala em pau-preto.

Afinação
A viola beiroa possui 5 ordens de cordas duplas: as duas ordens mais agudas estão afinadas em uníssono e as três ordens mais graves estão afinadas em oitava. Para além disso, a viola beiroa possui mais duas cordas simples, cujas cravelhas estão situadas no fundo do braço, no ângulo que este faz com a caixa. Estas duas cordas são tocadas soltas e têm o nome de requintas.

Algumas fontes dão a seguinte afinação (de mais agudo a mais grave):
Ré (uníssono)
Si (uníssono)
Sol (com oitava acima)
Ré (com oitava acima)
Lá (com oitava acima)
Ré (as duas cordas soltas)

Outras fontes dão uma afinação similar à viola amarantina e à viola braguesa:
Lá (uníssono)
Mi (uníssono)
Si (com oitava acima)
Lá (com oitava acima)
Ré (com oitava acima)
Ré (as duas cordas soltas)

Alísio Saraiva, coordenador do ensino da Viola Beiroa na Associação Cultural e Recreativa “As Palmeiras” (Castelo Branco) refere que após várias experiências de afinações e devido à tensão exercida nas cordas, que por vezes resultaram na quebra das mesmas, optou-se pela afinação Mi, Ré, Lá, Mi, Si, Ré, de modo a obter um maior enriquecimento sonoro e uma maior simplicidade nos acordes.

Nota: Na altura das recolhas de Ernesto Veiga Oliveira, Manuel Moreira de Penha Garcia foi considerado o último tocador deste instrumento. Felizmente o uso deste instrumento reapareceu, várias Associações ligadas a Ranchos Folclóricos da Beira Baixa começaram a desenvolver um trabalho no sentido da aprendizagem e uso deste instrumento nas suas tocatas. Pode também ser encontrada em ocasiões cerimoniais, destacando-se a sua aplicação na dança dos homens, nas festas de Maio, em honra da Senhora dos Altos Céus, na Lousa. Aqui, aparece figurando a par com a genébres (Idiofone).

A Viola Beiroa que uso nas gravações pertence à Associação Cultural e Social Rancho Folclórico de Retaxo

Fonte: Wikipedia, Jornal “Voz de Retaxo”

3 thoughts on “Viola Beiroa

Add yours

    1. Agradeço o seu contacto. Em relação à sua pergunta deixo aqui o ficheiro audio recolhido por Ernesto Veiga Oliveira junto de Manuel Moreira (link), pelo que me dá a entender as notas serão: Lá#, Fá, Sol#, Dó# e Dó#, é provável que na altura da digitalização houvesse ali um pequeno aumento da velocidade de reprodução pelo que a possível afinação seria: Lá, Mi, Sol, Dó e Dó (começando na primeira ordem).

      Disponha sempre
      Francisco

      1. Obrigado pela sua gentileza. Pode ter toda a razão relativamente à velocidade da gravação. As duas outras hipóteses que são dadas noutras publicações funcionam, apontando sempre as requintas como afinadas em ré. No entanto, vou experimentar esta que é genuina e tentar perceber porquê, dado que é referida como de dois acordes apenas, o que à partida “condena” o instrumento. O meu interesse é profissional, pretendo também divulgar estes instrumentos, pese embora o meu desconhecimento, que não desejo fazer passar por facilitismo ou incúria. Tudo o que me possa sugerir, agradeço-lhe com sinceridade. Abraço do ftordo.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: